Bermuda - Daniel Alves Pena

Assista o novo vídeo de Daniel Alves Pena - [Fechar o vídeo]

Headlines News :
Home » » Bermuda

Bermuda

Postado por Daniel Pena em quinta-feira, 7 de outubro de 2010 | 11:02

Quem deseja chamar a atenção para si não consegue mostrar Cristo para os outros, pois não é a Cristo que está mostrando, mas a si mesmo.






Cueca samba canção
Cueca é uma peça da indumentária tradicionalmente masculina, usada para cobrir e proteger os órgãos sexuais. Em Portugal, no entanto, usa-se esta palavra, normalmente no plural ou diminutivo, para referir igualmente o modelo correspondente para mulheres que, no Brasil e em Moçambique, é denominado calcinha (também no plural).
No modelo masculino, a sua costura é especialmente modelada para fornecer apoio as órgãos sexuais, podendo dispor ainda de uma braguilha. Em algumas regiões, também é chamada de sunga.
Entre os modelos de cueca está a Cueca samba-canção
Cueca samba-canção ou ceroula é uma cueca semelhante a um short, usada por homens sob as calças. Atualmente, o uso de longas ceroulas está em desuso, mas, a versão boxer, mais curta, é muito popular.
A cueca samba canção foi adaptada e transformou- se na bermuda usada hoje.


A Bermuda
Seu nome se deve ao fato de ter sido popularizado nas ilhas Bermudas, onde é traje típico.
A bermuda é parte do vestuário casual e esportivo tendo se popularizado por grupos de skatistas e por surfistas.
Ao lado da sunga e do short, tornou-se também uma roupa de banho bastante comum em países tropicais como Brasil e Austrália.

Tipos de bermuda

Assim como as calças, existem diversas formas de fabricar bermudas, diferenciando no modelo, tamanho, nos tecidos, nas formas de prendê-las a cintura, em tamanhos e comprimentos.

Bermuda cargo

As bermudas conhecidas como cargo ou passeio (do inglês walk shorts) foram desenhadas para serem resistentes a atividades ao ar livre e seu tecido é de grande resistência. Seu corte é largo e mais quadrado impedindo marcas de joelho ao dobrar as pernas. Possuem vários botões e bolsos normalmente no formato de foles para aumentar seus volumes. São presas à cintura por cintos e botões e fechadas à frente por zíperes, inicialmente bermudas semelhantes eram usadas por soldados do exército, mas, por serem fabricadas com tecidos resistentes, essas bermudas, normalmente de cor cáqui, foram largamente utilizadas por skatistas, que popularizaram seu uso a partir da década de 90. Nesta mesma época estava se criando nos Estados Unidos a moda da calça baixa ou sagger que se proliferou entre skatistas e, já nos anos 2000, entre os adeptos da moda hip-hop e da moda emo.

Graças a essa moda, o modelo cargo ganhou variações mais folgadas, com o cavalo e os fundos maiores e aberturas mais largas nas pernas. Seu comprimento hoje varia de pouco acima do joelho até o meio da canela. Hoje em dia, tornou-se comum entre os jovens o uso da bermuda ou do short de basquete com uma parte da cueca aparecendo.
Hoje essas bermudas são variadas em várias cores e estilos, estampada, listrada, quadriculada, xadrez. Está em alta nessa estação o quadriculado está em alta, em várias cores, e tamanhos .

Bermuda de surfista

A bermuda de surfista ou bermudão surgiu com força no início da década de 90 quando os surfistas deixaram aos poucos de usar o short ou a sunga para surfar e passaram a usar bermudas de tecidos novos à época, de secagem rápida, como o tactel. Elas ainda eram curtas, parecidas com os shorts conhecidos como swim trunks, em inglês.

Com o tempo, elas foram aumentando seu tamanho e o cavalo e os fundos ficaram maiores para permitir os movimentos sobre a prancha. Ao final dos anos 1990, já se assemelhava aos modelos de bermudões de atualmente. Nesta época, o tecido mais usado era o náilon, brilhante e sedoso ao toque e de secagem rápida. Nos anos 2000 os bermudões perderam o brilho e ficaram mais longos, passando a linha do joelho. Passaram a ser feitos basicamente de poliéster.

Estas bermudas são fechadas por velcro podendo ou não haver cordões à cintura para auxiliar a prendê-las. Menos comumente, podem ser presas por elásticos e cordões, dispensando o velcro. Suas cores variam e, entre os surfistas é comum o uso de estampas florais contendo ibíscos estilizados.
São normalmente usadas logo à linha abaixo da cintura, mas, seguindo a moda da calça baixa, também pode deixar a roupa de baixo à mostra. Como roupa de banho, a bermuda pode ser usada sobre cueca, short ou sunga.

Sobre o gênero Emo

No Brasil, o gênero se estabeleceu sob forte influência norte-americana em meados de 2003, na cidade de São Paulo, espalhando-se para outras capitais do Sul e do Sudeste, e influenciou também uma moda de adolescentes caracterizada não somente pela música, mas também pelo comportamento geralmente emotivo e tolerante, e também pelo visual, que consiste em geral em trajes pretos, trajes listrados, Mad Rats (sapatos parecidos com All-Stars), cabelos coloridos e franjas caídas sobre os olhos. Porém, os fãs das bandas emo no Brasil até então conhecidos faziam parte do estilo HxCx, e a criação dos modernos esteriótipos sobre os mesmos, como as franjas, se deu a partir do começo do Século XXI. Fãs modernos das bandas de emotional hardcore do Século passado geralmente são membros da subcultura Indie, pois existe uma polêmica de que as bandas tidas no senso-comum como Emotional Hardcore são na verdade Pop Punk ou pertencentes a outros gêneros, ao mesmo tempo chamando o emotional hardcore do Século passado de Real Emo, sendo o anterior considerado superior por motivos que variam desde seus temas mais artísticos e mais profundos, até um instrumental de melhor qualidade e complexidade. Isso explica a diferença entre fãs de “estilo Emo” e fãs da subcultura Indie. Entretanto, o conhecimento do Real Emo ainda pertence a um Universo extremamente alternativo.
Share this article :

0 comentários:

Acompanhe no Facebook

Postagens Recentes

Autoridade Espiritual

Autoridade espiritual não é algo imputada a alguém, é alguma coisa que se reconhece em alguém, que tem por causa da sua coerência de existência na palavra. Por causa da sua intrepidez na fé, na sua sinceridade no serviço a Deus e ao próximo. Sem isso não adiante ser PHD ou qualquer outro coisa.

Fale com o autor do blog

Original Bíblico para Pesquisas

A Restauração não começou em 1962

CURIOSIDADES SOBRE O VÉU

SAIBA COMO FOI

Nosso Ranking do Brasil

e-clipping sobre Daniel Alves Pena

MENSAGENS

Translate

Receba novos artigos por Email

Inscreva-se em meu Canal no You Tube

A DOUTRINA BÍBLICA DO USO DO VÉU

Pentecostal?

Quantidade de visitas até o momento

Visitantes lendo o Blog agora

Pesquisar neste blog

Código Penal - Decreto-lei 2848/40

Decreto-lei no 2.848, de 7 de dezembro de 1940
Ultraje a culto e impedimento ou perturbação de ato a ele relativo
Art. 208 - Escarnecer de alguém publicamente, por motivo de crença ou função religiosa; impedir ou perturbar cerimônia ou prática de culto religioso; vilipendiar publicamente ato ou objeto de culto religioso: Pena - detenção, de um mês a um ano, ou multa.Parágrafo único - Se há emprego de violência, a pena é aumentada de um terço, sem prejuízo da correspondente à violência.

TOLERANDO A GENTE SE ENTENDE

Clique AQUI e saiba porque

ISSO NÃO SÃO LÍNGUAS ESTRANHAS

CONHEÇA A HISTÓRIA DA OBRA

Clique na imagem para ampliar

Ajuste de Conduta - Magno Malta

Anúncios AdSense

Pois muitos andam entre nós evangélicos

Intolerância Religiosa

LinkWithin

União de Blogueiros Evangélicos

 
Copyright © 2013. Daniel Alves Pena - All Rights Reserved
Template Adpted by Daniel Pweb Published by Daniel Pena
Ora, daqueles que pareciam ser alguma coisa, esses, nada me acrescentaram,antes, pelo contrário, (Gálatas 2.6)