Quem é nosso mestre? Qual é a nossa mensagem? Qual é a nossa motivação? - Daniel Alves Pena

Assista o novo vídeo de Daniel Alves Pena - [Fechar o vídeo]

Headlines News :
Home » » Quem é nosso mestre? Qual é a nossa mensagem? Qual é a nossa motivação?

Quem é nosso mestre? Qual é a nossa mensagem? Qual é a nossa motivação?

Postado por Daniel Pena em quarta-feira, 30 de janeiro de 2013 | 05:49

A cada dia que passa muitos tem perdido o verdadeiro foco que Yeshua (Jesus) passou para a igreja primitiva e se esquecem dos conselhos dos irmão primitivos, se por vontade própria, não sei, se por ignorância, não sei, mas o Eterno o sabe.

Os fieis membros hoje vão a igreja com roupas que não entrariam em um fórum, muito me fazendo lembra o que disse nosso irmão e profeta Malaquias:
“Porque, quando ofereceis animal cego para o sacrifício, isso não é mau? E quando ofereceis o coxo ou enfermo, isso não é mau? Ora apresenta-o ao teu governador; porventura terá ele agrado em ti? ou aceitará ele a tua pessoa? diz o SENHOR dos Exércitos.”  - Malaquias 1:8

Vamos refrescar um pouco a memória desse povo tão esquecido.
II Timóteo 4.3-5
“Porque virá tempo em que não suportarão a sã doutrina; mas, tendo comichão nos ouvidos, amontoarão para si doutores conforme as suas próprias concupiscências;
E desviarão os ouvidos da verdade, voltando às fábulas.
Mas tu, sê sóbrio em tudo, sofre as aflições, faze a obra de um evangelista, cumpre o teu ministério.”

O Apostolo Paulo já advertia ao jovem pastor Timóteo na segunda carta enviada com a seguinte frase – “Porque virá tempo em que não suportarão a sã doutrina”.  De que doutrina Paulo estaria falando? Doutrina de que igreja?
Bom, para começarmos uma analise temos que nos desprender de nossos conceitos farisaicos de farinha pouca meu pirão primeiro e entender que Igreja não tem doutrina, tem costume, a doutrina é bíblica, logo não pertence a nenhuma igreja em especial e por isso cada denominação ao criar suas “doutrinas”, se é que podemos chamar assim, eu vejo como costume, essas denominações tem criado um emaranhado de problemas no meio chamado de Gospel (evangelho light e modernista).

Será mesmo que temos que abrir mão das doutrinas para poder agradar e atrair fieis? Jesus atraiu multidões e nunca comprometeu
a verdade. Além disso, ele exigia entrega total; compromisso total. Jesus nunca rebaixou seus padrões e multidões o seguiam, mas ele sempre começava onde o povo estava.

Cobrar dedicação não afasta as pessoas; o que as afasta é a forma como ela é cobrada. Desafiar as pessoas a assumir um compromisso sério com a igreja acaba atraindo mais pessoas que afugentando. Quanto maior o compromisso, maior é a resposta. As igrejas falham em explicar o seu propósito, a sua visão e o valor e os benefícios de uma vida comprometida.

O grande problema enfrentado por muitos é que da mais trabalho se falarmos sobre doutrina e pedirmos dedicação a muitos. E assim as doutrinas estão sendo afrouxadas em algumas igrejas deixando o machado perder o corte por falta da doutrina, logo, terá de trabalhar muito mais.
Meu amado vai plantando a palavra sem esquecer-se das doutrinas, fazendo uso de suas habilidades e conhecimento e mesmo que você não colha seu trabalho não será vão no Senhor.

“Eu plantei, Apolo regou; mas Deus deu o crescimento.” -
1 Coríntios 3.6

Qual tem sido a mensagem pregada no meio em que você congrega?
1 - Arrependei-vos e convertei-vos
2 – Negue-se a si mesmo
3 – Venha como está, Deus não faz acepção de pessoas, aqui o evangelho é liberal, tudo pode naquilo que nos interessa. Prosperidade em excesso, Deus é o dono da prata e do ouro, venha ficar rico, não aceite seu problema, decrete sua vitória.

Imagine Estevão prestes a ser apedrejado, João Batista preste a ser decapitado e nosso próprio mestre na Cruz.  Você diria para eles decrete sua vitoria e você se libertará deste problema.
Sei que muitos dirão em seu coração a seguinte frase após ler este artigo: “Mas eu estou na época da graça” – Cuidado, o tempo é para não se fazer graça.

A graça existe deste o primeiro livro da bíblia:
Gênesis 5.8
"Noé, porém, achou graça aos olhos do SENHOR."

Em amor, por Daniel Alves Pena


Share this article :

0 comentários:

Acompanhe no Facebook

Postagens Recentes

Autoridade Espiritual

Autoridade espiritual não é algo imputada a alguém, é alguma coisa que se reconhece em alguém, que tem por causa da sua coerência de existência na palavra. Por causa da sua intrepidez na fé, na sua sinceridade no serviço a Deus e ao próximo. Sem isso não adiante ser PHD ou qualquer outro coisa.

Fale com o autor do blog

Original Bíblico para Pesquisas

A Restauração não começou em 1962

CURIOSIDADES SOBRE O VÉU

SAIBA COMO FOI

Nosso Ranking do Brasil

e-clipping sobre Daniel Alves Pena

MENSAGENS

Translate

Receba novos artigos por Email

Inscreva-se em meu Canal no You Tube

A DOUTRINA BÍBLICA DO USO DO VÉU

Pentecostal?

Quantidade de visitas até o momento

Visitantes lendo o Blog agora

Pesquisar neste blog

Código Penal - Decreto-lei 2848/40

Decreto-lei no 2.848, de 7 de dezembro de 1940
Ultraje a culto e impedimento ou perturbação de ato a ele relativo
Art. 208 - Escarnecer de alguém publicamente, por motivo de crença ou função religiosa; impedir ou perturbar cerimônia ou prática de culto religioso; vilipendiar publicamente ato ou objeto de culto religioso: Pena - detenção, de um mês a um ano, ou multa.Parágrafo único - Se há emprego de violência, a pena é aumentada de um terço, sem prejuízo da correspondente à violência.

TOLERANDO A GENTE SE ENTENDE

Clique AQUI e saiba porque

ISSO NÃO SÃO LÍNGUAS ESTRANHAS

CONHEÇA A HISTÓRIA DA OBRA

Clique na imagem para ampliar

Ajuste de Conduta - Magno Malta

Anúncios AdSense

Pois muitos andam entre nós evangélicos

Intolerância Religiosa

LinkWithin

União de Blogueiros Evangélicos

 
Copyright © 2013. Daniel Alves Pena - All Rights Reserved
Template Adpted by Daniel Pweb Published by Daniel Pena
Ora, daqueles que pareciam ser alguma coisa, esses, nada me acrescentaram,antes, pelo contrário, (Gálatas 2.6)