QUINTO PASSO (Visão Terapêutica) - Daniel Alves Pena

Assista o novo vídeo de Daniel Alves Pena - [Fechar o vídeo]

Headlines News :
Home » » QUINTO PASSO (Visão Terapêutica)

QUINTO PASSO (Visão Terapêutica)

Postado por Daniel Pena em segunda-feira, 2 de janeiro de 2012 | 19:13

O Quinto Passo diz: “Admitimos perante Deus, perante nós mesmos e perante outro ser humano, a natureza exata de nossas falhas”.

Se pudéssemos resumir o tratamento do alcoolismo em uma só palavra, esta seria “reformular”. É claro que essa reformulação deve ser tão abrangente quanto se deseje efetividade para o tratamento. E é claro, também, que essa profunda e complexa reformulação deve ter início o quanto antes.

Os passos anteriores trataram de um preparo, pessoal e metodológico, do terreno propício a essa reformulação e, através de um meticuloso inventário inicial, foi possibilitado, ao alcoolista, tomar contato com o que de mais premente há para ser reformulado.

A partir do Quinto Passo inicia-se concretamente a reformulação, pois, em termos abstratos e genéricos, é óbvio que esta inicia-se desde o momento primeiro do tratamento – à interrupção do uso do álcool.

Após o momento de reflexão proposto no Quarto Passo, e após uma efetiva participação em procedimentos terapêuticos grupais, é bem provável que o paciente tenha podido enxergar alguns aspectos importantes de sua moral, caráter e comportamento e é também possível que, diante do recém-iniciando processo de autoconhecimento, ele tenha condições de avaliar os propósitos e benefícios de tentar reformular alguns desses aspectos.

De certa maneira, pode-se imaginar que após esses progressos o alcoolista esteja apto a dirigir seus próprios caminhos no sentido de uma verdadeira reformulação. Mas, infelizmente, estamos diante de uma doença cujos sintomas e sinais principais derivam de conflitos gravíssimos entre consciência pessoal e consciência social e fundamentam-se em crônica distorção da visão de mundo e da realidade. Portanto, é possível também que todos esses elementos terapêuticos até aqui desenvolvidos estejam, sobremaneira, influenciados por essas características patológicas, a saber; negação, racionalização e projeção.

Além disso, quando se trata de alcoolismo, com todo o seu estigma moral e social, é provável que entre o reconhecimento de todas as facetas adoecidas do caráter e do comportamento e a real admissão de todas elas como patológicas, exista uma grande barreira formada por orgulho e preconceitos pessoais.

É preciso, portanto, promover uma ampla discussão de todos esses dados, para que estes possam ser elaborados detalhadamente sem aqueles bloqueios pessoais. Mecanismos psicológicos de defesa, orgulho e desconfiança devem ser dissolvidos através da confiança mútua; da integração definitiva; da igualdade; da compreensão; do alívio e da catarse.

É esse o fundamento do Quinto Passo. Alcoólicos Anônimos o chama de “limpeza da casa”, uma verdadeira abertura de portas e janelas, uma ruptura definitiva com os principais vínculos mantidos com a doença.

O clímax do programa terapêutico de base comportamentalista está na submissão integral e esta está contida no Quinto Passo. A partir do momento em que o alcoolista se expõe, honesta e claramente, a outra pessoa de sua inteira confiança, ele está, automaticamente, rompendo as barreiras do isolamento, do orgulho, da desconfiança e da desonestidade. Vencer o medo, a culpa, a vergonha e a raiva depende de muita motivação e é a prova definitiva de que existe real aceitação e entrega (como foi anteriormente definida) ao processo terapêutico e, portanto, reais possibilidades de êxito.


O profissional pode desempenhar diversos papéis para prestar auxílio ao paciente na efetivação desse passo, desde promover uma discussão ampla das características do alcoolista, em grupos terapêuticos, até dispor-se a compartilhar com o paciente a íntegra de seu Quinto Passo. Para isso, é necessário apenas discrição e imparcialidade, já que a confiança depositada pelo paciente ao escolhê-lo como apto a desempenhar tal papel denota existirem, nesse profissional, atributos pessoais relevantes.


É importante salientar que não existe parâmetro para se verificar a eficácia do Quinto Passo, a não ser o que esse procedimento trouxe de resultados em relação à evolução do paciente. Este próprio deverá ser o parâmetro de efetividade. Um Quinto Passo deve servir para promover, antes de mais nada, a definitiva integração do alcoolista ao processo de tratamento e, diante disso, podem ser necessários outros “Quintos-Passos” mais, tantos quantos forem necessários à tal integração. O mais importante, aqui, é iniciar.
Share this article :

0 comentários:

Acompanhe no Facebook

Postagens Recentes

Autoridade Espiritual

Autoridade espiritual não é algo imputada a alguém, é alguma coisa que se reconhece em alguém, que tem por causa da sua coerência de existência na palavra. Por causa da sua intrepidez na fé, na sua sinceridade no serviço a Deus e ao próximo. Sem isso não adiante ser PHD ou qualquer outro coisa.

Fale com o autor do blog

Original Bíblico para Pesquisas

A Restauração não começou em 1962

CURIOSIDADES SOBRE O VÉU

SAIBA COMO FOI

Nosso Ranking do Brasil

e-clipping sobre Daniel Alves Pena

MENSAGENS

Translate

Receba novos artigos por Email

Inscreva-se em meu Canal no You Tube

A DOUTRINA BÍBLICA DO USO DO VÉU

Pentecostal?

Quantidade de visitas até o momento

Visitantes lendo o Blog agora

Pesquisar neste blog

Código Penal - Decreto-lei 2848/40

Decreto-lei no 2.848, de 7 de dezembro de 1940
Ultraje a culto e impedimento ou perturbação de ato a ele relativo
Art. 208 - Escarnecer de alguém publicamente, por motivo de crença ou função religiosa; impedir ou perturbar cerimônia ou prática de culto religioso; vilipendiar publicamente ato ou objeto de culto religioso: Pena - detenção, de um mês a um ano, ou multa.Parágrafo único - Se há emprego de violência, a pena é aumentada de um terço, sem prejuízo da correspondente à violência.

TOLERANDO A GENTE SE ENTENDE

Clique AQUI e saiba porque

ISSO NÃO SÃO LÍNGUAS ESTRANHAS

CONHEÇA A HISTÓRIA DA OBRA

Clique na imagem para ampliar

Ajuste de Conduta - Magno Malta

Anúncios AdSense

Pois muitos andam entre nós evangélicos

Intolerância Religiosa

LinkWithin

União de Blogueiros Evangélicos

 
Copyright © 2013. Daniel Alves Pena - All Rights Reserved
Template Adpted by Daniel Pweb Published by Daniel Pena
Ora, daqueles que pareciam ser alguma coisa, esses, nada me acrescentaram,antes, pelo contrário, (Gálatas 2.6)