Porque Uzá morreu? - Alterando a ordem dos fatores - Daniel Alves Pena

Assista o novo vídeo de Daniel Alves Pena - [Fechar o vídeo]

Headlines News :
Home » , , » Porque Uzá morreu? - Alterando a ordem dos fatores

Porque Uzá morreu? - Alterando a ordem dos fatores

Postado por Daniel Pena em sexta-feira, 7 de junho de 2013 | 17:39


Porque Uzá morreu?
1 Crônicas 13

1  E DAVI tomou conselho com os capitães dos milhares, e das centenas, e com todos os líderes.
2  E disse Davi a toda a congregação de Israel: Se bem vos parece, e se isto vem do SENHOR nosso Deus, enviemos depressa mensageiros a todos os nossos outros irmãos em todas as terras de Israel, e aos sacerdotes, e aos levitas nas suas cidades e nos seus arrabaldes, para que se reúnam conosco;
3  E tornemos a trazer para nós a arca do nosso Deus; porque não a buscamos nos dias de Saul.
4  Então disse toda a congregação que se fizesse assim; porque este negócio pareceu reto aos olhos de todo o povo.
(  2Sm 6:1-11  )
5  Convocou, pois, Davi a todo o Israel desde Sior do Egito até chegar a Hamate; para trazer a arca de Deus de Quiriate-Jearim.

6  E então Davi com todo o Israel subiu a Baalá de Quiriate-Jearim, que está em Judá, para fazer subir dali a arca de Deus, o SENHOR que habita entre os querubins, sobre a qual é invocado o seu nome.
7  E levaram a arca de Deus, da casa de Abinadabe, sobre um carro novo; e Uzá e Aiô guiavam o carro.
8  E Davi e todo o Israel, alegraram-se perante Deus com todas as suas forças; com cânticos, e com harpas, e com saltérios, e com tamborins, e com címbalos, e com trombetas.
9  E, chegando à eira de Quidom, estendeu Uzá a sua mão, para segurar a arca, porque os bois tropeçavam.
10  Então se acendeu a ira do SENHOR contra Uzá, e o feriu, por ter estendido a sua mão à arca; e morreu ali perante Deus.
11  E Davi se encheu de tristeza porque o SENHOR havia aberto brecha em Uzá; pelo que chamou aquele lugar Perez-Uzá, até ao dia de hoje.
12  E aquele dia temeu Davi a Deus, dizendo: Como trarei a mim a arca de Deus?
13  Por isso Davi não trouxe a arca a si, à cidade de Davi; porém a fez levar à casa de Obede-Edom, o giteu.
14  Assim ficou a arca de Deus com a família de Obede-Edom, três meses em sua casa; e o SENHOR abençoou a casa de Obede-Edom, e tudo quanto tinha.


CAPÍTULO 15
A arca é levada da casa de Obede-Edom para Jerusalém
1  DAVI também fez casa para si na cidade de Davi; e preparou um lugar para a arca de Deus, e armou-lhe uma tenda.
2  Então disse Davi: Ninguém pode levar a arca de Deus, senão os levitas; porque o SENHOR os escolheu, para levar a arca de Deus, e para o servirem eternamente.

Ninguém pode levar a arca de Deus, senão os levitas

Erros que Davi cometeu.
Erro 1 - Aconselhou-se com os Capitães Príncipes e enviou mensagem aos Sacerdotes e levitas.
Quando deveria ter feito o oposto, se aconselhado com quem entende de arca, Sacerdotes e Levitas e depois informar aos capitães e Príncipes.
1  E DAVI tomou conselho com os capitães dos milhares, e das centenas, e com todos os líderes.

Erro 2 – Primeiro ele deveria saber se a sua vontade  vinha do Eterno e depois saber que parecia bem aos olhos do povo, mas Davi preferiu fazer o contrário (Se bem vos parece, e se isto vem do SENHOR nosso Deus).
 Observe no versículo 4 o que está escrito: “4  Então disse toda a congregação que se fizesse assim; porque este negócio pareceu reto aos olhos de todo o povo.”

2  E disse Davi a toda a congregação de Israel: Se bem vos parece, e se isto vem do SENHOR nosso Deus, enviemos depressa mensageiros a todos os nossos outros irmãos em todas as terras de Israel, e aos sacerdotes, e aos levitas nas suas cidades e nos seus arrabaldes, para que se reúnam conosco;

Quando alteramos a forma como precisa ser feito para agradar ao povo automaticamente desagradamos ao Eterno, mesmo que estejamos em festa e todos estejam alegres, veja neste versículo: “8  E Davi e todo o Israel, alegraram-se perante Deus com todas as suas forças; com cânticos, e com harpas, e com saltérios, e com tamborins, e com címbalos, e com trombetas.” Aparentemente Elohim (Deus) estava se agradando, mas a forma que foi feita jamais agradaria ao Eterno.

Uzá tinha boa intenção, mas isso para o Eterno não basta, precisa estar de acordo com a vontade Dele. Como diz o ditado: De boa intenção o inferno está cheio.
Uzá não era levita , além disso, não poderia tocar na arca, somente levitas poderiam levá-la e segurando apenas nos varapaus que eram colocados nas argolas para conduzirem a arca.
A arca não poderia ser conduzida em carros de bois e sim pelos levitas.

E você? Preocupa-se em agradar ao Eterno? Ou prefere agradar ao povo da igreja mesmo que esteja errado? Ou até ao que lhe é ensinado, mesmo que esteja fora da proposta do Eterno? Reflita e veja o que precisa ser feito, mas lembre-se, feito exatamente como Elohim (Deus) quer.
Nada de carros de boi, têm muitos por ai lidando com as coisas do Eterno sem ter a mínima noção de como lidar e se relacionar com Elohim (Deus), são meros tocadores de carros de boi, matando a muitos espiritualmente falando e tudo isso regado com grandes festas e plateias com toda sorte de instrumentos, cuidado.

Assista ao vídeo abordando o tema de forma clara e imparcial, sem atingir a fé de ninguém.

Em amor, Daniel Alves Pena
Share this article :

0 comentários:

Acompanhe no Facebook

Postagens Recentes

Autoridade Espiritual

Autoridade espiritual não é algo imputada a alguém, é alguma coisa que se reconhece em alguém, que tem por causa da sua coerência de existência na palavra. Por causa da sua intrepidez na fé, na sua sinceridade no serviço a Deus e ao próximo. Sem isso não adiante ser PHD ou qualquer outro coisa.

Fale com o autor do blog

Original Bíblico para Pesquisas

A Restauração não começou em 1962

CURIOSIDADES SOBRE O VÉU

SAIBA COMO FOI

Nosso Ranking do Brasil

e-clipping sobre Daniel Alves Pena

MENSAGENS

Translate

Receba novos artigos por Email

Inscreva-se em meu Canal no You Tube

A DOUTRINA BÍBLICA DO USO DO VÉU

Pentecostal?

Quantidade de visitas até o momento

Visitantes lendo o Blog agora

Pesquisar neste blog

Código Penal - Decreto-lei 2848/40

Decreto-lei no 2.848, de 7 de dezembro de 1940
Ultraje a culto e impedimento ou perturbação de ato a ele relativo
Art. 208 - Escarnecer de alguém publicamente, por motivo de crença ou função religiosa; impedir ou perturbar cerimônia ou prática de culto religioso; vilipendiar publicamente ato ou objeto de culto religioso: Pena - detenção, de um mês a um ano, ou multa.Parágrafo único - Se há emprego de violência, a pena é aumentada de um terço, sem prejuízo da correspondente à violência.

TOLERANDO A GENTE SE ENTENDE

Clique AQUI e saiba porque

ISSO NÃO SÃO LÍNGUAS ESTRANHAS

CONHEÇA A HISTÓRIA DA OBRA

Clique na imagem para ampliar

Ajuste de Conduta - Magno Malta

Anúncios AdSense

Pois muitos andam entre nós evangélicos

Intolerância Religiosa

LinkWithin

União de Blogueiros Evangélicos

 
Copyright © 2013. Daniel Alves Pena - All Rights Reserved
Template Adpted by Daniel Pweb Published by Daniel Pena
Ora, daqueles que pareciam ser alguma coisa, esses, nada me acrescentaram,antes, pelo contrário, (Gálatas 2.6)