A Vida é Bela Filme Online 1997 Legendado - La Vita è Bella Full Movie (1997) - Daniel Alves Pena
Headlines News :
Home » » A Vida é Bela Filme Online 1997 Legendado - La Vita è Bella Full Movie (1997)

A Vida é Bela Filme Online 1997 Legendado - La Vita è Bella Full Movie (1997)

Written By Daniel Pena on sábado, 3 de novembro de 2012 | 17:55

Sinopse e detalhes
Durante a Segunda Guerra Mundial na Itália, o judeu Guido (Roberto Benigni) e seu filho Giosué são levados para um campo de concentração nazista. Afastado da mulher, ele tem que usar sua imaginação para fazer o menino acreditar que estão participando de uma grande brincadeira, com o intuito de protegê-lo do terror e da violência que os cercam.



A Vida é Bela é um filme produzido na Itália, lançado em 1997 e dirigido por Roberto Benigni.
O enredo nos apresenta Guido, um espirituoso filho de judeus que, durante a Segunda Guerra Mundial, é mandado para um campo de concentração junto com seu filho Giosué. Guido, inteligente e simples, passa a tentar fazer com que o filho acredite que os dois estão participando de um jogo, para que o menino não perceba o horror da vida que passaram a levar.

Venceu o Oscar de 1999 nas categorias de melhor ator (Roberto Benigni), melhor filme em língua estrangeira e melhor canção original, bem como o Grande Prêmio do Júri no Festival de Cannes 1998 (França). Ganhou também um Prêmio Goya (Espanha) e uma indicação para o Grammy (USA).
 Enredo

A Vida é BelaA Vida é Bela são dois filmes em um. Até os 50 minutos, o que se vê é uma comédia leve, pastelão, que retrata a vida que Guido levava antes de conquistar Dora, a mãe de Giosué. Vemos então uma grande comicidade romântica, onde Guido é interpretado com maestria raramente vista. O personagem malandro-inocente articula várias tentativas de se aproximar de Dora. Alguns dizem que essa parte do filme não causa impacto e seria “removível” sem causar perdas. Esse argumento é falho, pois a sensação de leveza passada no início do filme justamente retrata a forma com que aquelas pessoas levavam a vida antes da tragédia do holocausto, e causa um impacto ainda maior na mensagem que o filme deseja passar.
Na segunda metade do filme, há uma mudança drástica da comédia para o drama. Guido e o Filho que teve com Dora (já com cinco anos de idade), são levados para um campo de concentração nazista, e Guido, junto do filho, passa a viver uma dupla realidade.
Roberto Benigni

Roberto Benigni em 1999, com seus dois Oscars.
Ao mesmo tempo que sofre os horrores de tal situação, cria mentalmente um universo onde vive com o garoto, e o convence de que eles estão participando de um jogo, que terá uma excelente premiação ao final. A cada ida para trabalhos forçados, ou a cada cena violenta que são obrigados a assistir, Guido fala para Giosué coisas como: “Essa foi outra fase do jogo, e passamos! Estamos quase ganhando!!”, a genial e emocionante interpretação de Benigni acentua a dualidade vivida pelo pai, que sabe ser a morte o destino dele e do filho, aceita isso e como ultima atitude busca somente fazer com que o filho não se aterrorize. Enquanto isso, Dora percebe que o marido e o filho foram levados e resolve também se entregar a um campo de concentração.

Esse é um dos poucos filmes que realmente emocionam. Uma história de amor que não é brega, nem cafona, nem apelativa. A realidade pesada e cruel do campo de concentração passa a segundo plano quando assistimos, e somos hipnotizados pelo amor existente entre pai e filho. Filme obrigatório para todos que não tenham medo de ver a realidade e, por que não, acha-la mais bela?

Link externo para ver o filme -  http://culturafilmesonline.blogspot.com.br/2012/06/vida-e-bela-filme-online-legendado-1997.html
Share this article :

0 comentários:

Translate

Receba novos artigos por Email

Inscreva-se em meu Canal no You Tube

Postagens Recentes

A Restauração não começou em 1962

A DOUTRINA BÍBLICA DO USO DO VÉU

Noções de Hebraico Bíblico

Pentecostal?

Quantidade de visitas até o momento

Visitantes lendo o Blog agora

Pesquisar neste blog

Carregando...

Código Penal - Decreto-lei 2848/40

Decreto-lei no 2.848, de 7 de dezembro de 1940
Ultraje a culto e impedimento ou perturbação de ato a ele relativo
Art. 208 - Escarnecer de alguém publicamente, por motivo de crença ou função religiosa; impedir ou perturbar cerimônia ou prática de culto religioso; vilipendiar publicamente ato ou objeto de culto religioso: Pena - detenção, de um mês a um ano, ou multa.Parágrafo único - Se há emprego de violência, a pena é aumentada de um terço, sem prejuízo da correspondente à violência.

TOLERANDO A GENTE SE ENTENDE

Clique AQUI e saiba porque

CONSEQUÊNCIAS


ISSO NÃO SÃO LÍNGUAS ESTRANHAS

CONHEÇA A HISTÓRIA DA OBRA

Clique na imagem para ampliar

Ajuste de Conduta - Magno Malta

Anúncios AdSense

Pois muitos andam entre nós evangélicos

Intolerância Religiosa

LinkWithin

União de Blogueiros Evangélicos

 
Copyright © 2013. Daniel Alves Pena - All Rights Reserved
Template Adpted by Daniel Pweb Published by Daniel Pena
Ora, daqueles que pareciam ser alguma coisa, esses, nada me acrescentaram,antes, pelo contrário, (Gálatas 2.6)