Dia da Independência – Yom Ha’atsma’ut - Daniel Alves Pena

Assista o novo vídeo de Daniel Alves Pena - [Fechar o vídeo]

Headlines News :
Home » » Dia da Independência – Yom Ha’atsma’ut

Dia da Independência – Yom Ha’atsma’ut

Postado por Daniel Pena em quarta-feira, 26 de setembro de 2012 | 16:49

O Dia da Independência, feriado nacional em Israel, marca a Declaração da Independência com o fim do Mandato Britânico. É o único feriado completo no calendário decretado por lei sem a tradição de centenas ou milhares de anos. O Dia da Independência é no quinto dia do mês Judaico de Iyar (do final de Abril até o meio de Maio), é o dia em que David Ben-Gurion, o primeiro Ministro de Estado, declarou a independência do Estado em 1948. Foi declarado feriado absoluto por lei, aprovado pelo Knesset em 1949. Ao longo dos anos várias tradições desenvolveram-se para celebrar este dia, que hoje é marcado por piqueniques em família em locais pitorescos ao redor do país.

As comemorações do Dia da Independência começam na noite do quinto dia de Iyar com o final do Yom Hazikaron, o dia da Recordação dos Tombados em Guerras de Israel, com cerimônias especiais marcando a transição do luto para a celebração. A cerimônia principal é realizada no Monte Herzl em Jerusalém. Durante o Dia da Independência é realizado, em Jerusalém, o Teste das Palavras da Bíblia e os prestigiosos Prêmios de Israel são distribuídos para os ganhadores do ano em uma cerimônia especial. A maioria dos estabelecimentos comerciais fica fechada neste dia, mas os cafés, restaurantes e outros locais de entretenimento estão abertos por não ser este um feriado religioso.


Costumes do Feriado

Shows aereosBandeiras – Muitos Israelenses hasteiam bandeiras em suas casas, varandas ou carros, geralmente com decorações coloridas.
 
Palcos de Entretenimento – Por ser o Dia da Independência de natureza profundamente laica, desenvolveu-se uma tradição de apresentações gratuitas de artistas, dançarinos e cômicos, sobre palcos colocados nos centros das cidades e outras comunidades na véspera do Dia da Independência. Os shows são freqüentemente acompanhados de fogos de artifícios. As ruas principais as pequenas e grandes cidades ficam lotadas de gente.
 
Churrasco – O Dia da Independência tornou-se um feriado não oficial do churrasco com famílias fazendo piqueniques com quantidades enormes de carne em cada área verde que se pode achar no país.
 
Visita aos Campos de Defesa de Israel – Muitos dos campos militares ficam abertos no Dia da Independência, oferecendo aos Israelenses a chance de ver as armas, os navios da marinha, tanques e aeronaves.
 
Filmes Israelenses – Canais locais dedicam toda a programação ao feriado e freqüentemente transmitem filmes Israelenses antigos que se tornaram cults.
 
Rezas – Embora este seja um feriado nacional e não religioso, os Sionistas tendem a fazer uma reza especial composta pelo Rabino Chefe. Esta prece às vezes incluiu o toque do shofar (chifre de carneiro).


Share this article :

0 comentários:

Acompanhe no Facebook

Postagens Recentes

Autoridade Espiritual

Autoridade espiritual não é algo imputada a alguém, é alguma coisa que se reconhece em alguém, que tem por causa da sua coerência de existência na palavra. Por causa da sua intrepidez na fé, na sua sinceridade no serviço a Deus e ao próximo. Sem isso não adiante ser PHD ou qualquer outro coisa.

Fale com o autor do blog

Original Bíblico para Pesquisas

A Restauração não começou em 1962

CURIOSIDADES SOBRE O VÉU

SAIBA COMO FOI

Nosso Ranking do Brasil

e-clipping sobre Daniel Alves Pena

MENSAGENS

Translate

Receba novos artigos por Email

Inscreva-se em meu Canal no You Tube

A DOUTRINA BÍBLICA DO USO DO VÉU

Pentecostal?

Quantidade de visitas até o momento

Visitantes lendo o Blog agora

Pesquisar neste blog

Código Penal - Decreto-lei 2848/40

Decreto-lei no 2.848, de 7 de dezembro de 1940
Ultraje a culto e impedimento ou perturbação de ato a ele relativo
Art. 208 - Escarnecer de alguém publicamente, por motivo de crença ou função religiosa; impedir ou perturbar cerimônia ou prática de culto religioso; vilipendiar publicamente ato ou objeto de culto religioso: Pena - detenção, de um mês a um ano, ou multa.Parágrafo único - Se há emprego de violência, a pena é aumentada de um terço, sem prejuízo da correspondente à violência.

TOLERANDO A GENTE SE ENTENDE

Clique AQUI e saiba porque

ISSO NÃO SÃO LÍNGUAS ESTRANHAS

CONHEÇA A HISTÓRIA DA OBRA

Clique na imagem para ampliar

Ajuste de Conduta - Magno Malta

Anúncios AdSense

Pois muitos andam entre nós evangélicos

Intolerância Religiosa

LinkWithin

União de Blogueiros Evangélicos

 
Copyright © 2013. Daniel Alves Pena - All Rights Reserved
Template Adpted by Daniel Pweb Published by Daniel Pena
Ora, daqueles que pareciam ser alguma coisa, esses, nada me acrescentaram,antes, pelo contrário, (Gálatas 2.6)