O uso do véu pelas mulheres - Daniel Alves Pena

Assista o novo vídeo de Daniel Alves Pena - [Fechar o vídeo]

Headlines News :
Home » , » O uso do véu pelas mulheres

O uso do véu pelas mulheres

Postado por Daniel Pena em terça-feira, 2 de agosto de 2011 | 22:23

Queremos deixar claro que não temos a intenção de ser contencioso A doutrina do uso do véu pelas mulheres cristãs nas reuniões de oração e nos cultos de adoração e louvores a Deus.
Igreja que está em Capivari em Obra de Restauração
Porque entendemos assim, citando o Novo Testamento, na primeira carta de Paulo à Igreja em Corinto, no capítulo 11, versos 1 a 16.


Igreja que está em Cabuçu em Obra de Restauração


Evangelista Daniel ALves Pena
‘… Mas toda a mulher que ora ou profetiza com a cabeça descoberta, desonra a sua própria cabeça, porque é como se estivesse rapada. Portanto, se a mulher não se cobre com véu, tosquie-se também. Mas, se para a mulher é coisa indecente tosquiar-se ou rapar-se, que ponha o véu…’ (versos 5 e 6).

PAULO CHAMA A ATENÇÃO PARA A SEMELHANÇA COM CRISTO
I Coríntios 11:2-16.
1 Sede meus imitadores, como também eu de Cristo.
2 E louvo-vos, irmãos, porque em tudo vos lembrais de mim, e retendes os preceitos como vo-los entreguei.
3 Mas quero que saibais que Cristo é a cabeça de todo o homem, e o homem a cabeça da mulher; e Deus a cabeça de Cristo.
1 – A HIERARQUIA DIVINAMENTE INSTITUÍDA
Esta hierarquia segue a seguinte ordem Deus -> Cristo -> homem -> mulher; onde cada um dos três primeiros é cabeça do seguinte. Nesta Passagem cabeça não deve ser entendida como um sinal de superioridade e sim como fonte de derivação de autoridade, de origem (cf. 8,9).
A Bíblia é clara em dizer que Deus e Jesus Cristo são iguais (na verdade são um cf. Jo 518; Fp 2:6), mas como o Homem arquétipo, o segundo Adão, Jesus proveio de Deus.
Como homem Jesus derivou-se de Deus.
É nesse sentido que Deus é cabeça de Cristo. É Também nesse sentido que o homem é cabeça da mulher. Em Gênesis 2 temos a narrativa da criação onde uma certa prioridade é atribuída ao homem (cf. Ef 5:22ss.; Cl 3:18,19; I Tm 2:11ss.). Lemos ali que a mulher derivou-se do homem quando, da costela deste, Deus a formou.
Qual deve ser a postura do homem e da mulher nas reuniões da igreja. A partir do versículo quatro (4-10) ele faz isso de forma mais direta. Veremos então o segundo motivo dado pelo Espírito Santo, através do apóstolo Paulo, para que a mulher cubra a cabeça no culto.

2 – Todo homem que ora ou profetiza, tendo a cabeça coberta, desonra a sua própria cabeça.
- Paulo afirma que todo homem que ora ou profetiza com a cabeça coberta desonra (envergonha) a sua cabeça (cabeça espiritual = Cristo). No versículo sete (7) ele mostra a razão pela qual o homem não deve cobrir a cabeça ao afirmar que ele “é a imagem e a glória de Deus”.

Como o ponto culminante da criação, o homem, como nada mais pode fazê-lo, mostra a glória de Deus. Sendo assim, ao cobrir a sua cabeça, ele estaria desprezando o lugar de dignidade que lhe foi dado por Deus na ordem da criação. Por este motivo não é apropriado que a glória de Deus (o homem) se apresente com a cabeça coberta perante Ele na igreja.
5 Mas toda a mulher que ora ou profetiza com a cabeça descoberta, desonra a sua própria cabeça, porque é como se estivesse rapada.

- A mulher que ora ou profetiza sem usar véu desonra a sua cabeça (o homem, a Jesus e a Deus). É então empregada uma linguagem bastante forte afirmando que é tão vergonhoso a mulher orar ou profetizar com a cabeça descoberta quanto seria ter a cabeleira rapada. Dizem alguns historiadores que no contexto da cidade de Corinto, ter o cabelo tosquiado era identificar-se como uma das prostitutas cultuais da cidade. Paulo queria que as irmãs entendessem que era tão vergonhoso orar com a cabeça descoberta quanto seria ser identificada como uma prostituta de um culto pagão.
O motivo pelo qual a mulher deve cobrir a cabeça é por ser ela a glória do homem (pois ela foi feita para o homem – cf. v. 9). A argumentação que se segue então é: se a glória de Deus (o homem) não deve apresentar-se perante Ele, na igreja, com a cabeça coberta, a glória do homem (a mulher) não deve apresentar-se diante de Deus, na igreja, com a cabeça descoberta (cf. v. 10).
Versículo – 6 Portanto, se a mulher não se cobre com véu, tosquie-se também. Mas, se para a mulher é coisa indecente tosquiar-se ou rapar-se, que ponha o véu.

Versículo – 7 O homem, pois, não deve cobrir a cabeça, porque é a imagem e glória de Deus, mas a mulher é a glória do homem.
Versículo – 8 Porque o homem não provém da mulher, mas a mulher do homem.
Versículo – 9 Porque também o homem não foi criado por causa da mulher, mas a mulher por causa do homem.
Versículo – 10 Portanto, a mulher deve ter sobre a cabeça sinal de poderio, por causa dos anjos.

2 – A QUESTÃO ESPIRITUAL
O versículo 10 diz: “Portanto, a mulher deve ter sobre a cabeça sinal de poderio, por causa dos anjos”. A frase, portanto, está se referindo ao que já foi argumentado nos versículos anteriores. Mas há aqui uma referência direta aos anjos como outro motivo pelo qual a mulher deve ter sobre a cabeça um sinal de autoridade.
“Por esta razão e por causa dos anjos, a mulher deve ter sobre a cabeça um sinal de autoridade.” Fica, então, evidente que uma das causas pelas quais a mulher deve cobrir a cabeça é os anjos.

A questão não é de escolha, de época, de gosto ou cultura, pois os anjos são supra culturais e atemporais (Não estão presos ao tempo ou há anos). Quando eles são postos como motivo para o uso de cobertura, a Palavra nos amarra, por assim dizer, e toda argumentação a respeito do assunto não deveria fugir a este aspecto.
Quase toda argumentação contra o uso do véu por parte das irmãs nos nossos dias parte do pressuposto que isto era um costume isolado da igreja em Corinto. Quase sempre levam o assunto para o lado cultural. Contudo como já vimos os anjos estão totalmente fora de qualquer uma destas considerações.

Surge a pergunta óbvia: que anjos são estes? O que a Bíblia quer dizer com isto?
Tentemos analisá-lo à luz de outras passagens (a Bíblia é interprete de si mesma). Vejamos então as opções que temos.
Seriam os anjos meros observadores? Estariam eles a observar como a igreja preserva a ordem natural estabelecida por Deus na criação? Tentemos entender isso.

Em Apocalipse 8:3 vemos que um anjo está colocando diante de Deus as orações dos santos. Em Hebreus 1:14 vemos que a função dos anjos é servir aos salvos. Então já conhecemos algumas das funções dos anjos.
Contudo, mais significante ainda é o que lemos em Efésios 3:10 que diz: “para que pela igreja a multiforme sabedoria de Deus se torne conhecida agora dos principados e potestades nos lugares celestiais.” Então ficamos sabendo que, de certa forma, a Igreja é usada para manifestar aos anjos a sabedoria de Deus.
Entendo que quando a igreja local se reúne seguindo os princípios estabelecidos por Deus, os anjos podem ver que a ordem hierárquica estabelecida por Ele está sendo respeitada.

Creio ser isso uma lição tanto a uma quanto à outra classe de anjos. Aos anjos caídos que quebraram esta hierarquia ao se rebelarem ao tentarem tirar Deus do seu trono e aos anjos bons que ainda a respeitam.
O Espírito Santo apresenta, além destes dois argumentos profundos e solenes, mais três argumentos bem práticos, o primeiro dos quais aparece numa frase interessante: “Portanto, a mulher deve ter sobre a cabeça sinal de poderio, por causa dos anjos”. O que quer dizer isto?

O “sinal de poderio” (ou “sinal de autoridade”) é claramente o véu que a mulher deve ter na cabeça, um sinal que indica sua submissão à autoridade delegada por Deus, o homem. Qual é, porém, o interesse dos anjos nesta questão? Convém lembrar de três fatos:
• Os anjos também se cobrem na presença de Deus (pelo menos os serafins — veja Is 6:2).
• Os anjos que hoje estão com Deus são aqueles que não seguiram Satanás na sua revolta, mas que submeteram-se à soberania de Deus.
• Além disto, eles presenciaram a insubmissão de Eva no Jardim do Éden (na qual Adão a seguiu).

Versículo – 11 Todavia, nem o homem é sem a mulher, nem a mulher sem o homem, no Senhor.
Versículo – 12 Porque, como a mulher provém do homem, assim também o homem provém da mulher, mas tudo vem de Deus.
Versículo – 13 Julgai entre vós mesmos: é decente que a mulher ore a Deus descoberta?
- É decente que a mulher ore a Deus descoberta? Se responder que SIM, o versículo
(Todo o homem que ora ou profetiza, tendo a cabeça coberta, desonra a sua própria cabeça) , perde seu significado ou seja o homem poderá cobrir sua cabeça.

Neste caso todo o capitulo 11 deveria ser desconsiderado, pois a intenção do capitulo e falar sobre o uso do véu.
Como a bíblia e inspirada por Deus não creio que a resposta correta seria SIM.
É decente que a mulher ore a Deus descoberta? Se responder que NÃO, entendemos que: (Versículo 12)

1 – Deus é a cabeça de Jesus (Em forma humana)
2 – Jesus é a cabeça do Homem
3 – O homem é a cabeça da mulher
4 – O véu, um sinal de respeito e submissão para com o homem, Jesus e conseqüentemente a Deus.
O versículo abaixo demonstra que Deus ao criar a mulher lhe deu o cabelo como véu, mas com o pecado de Eva a mulher passou a ser submissa ao homem, portanto passaria a usar véu para cobrir o cabelo que antes era sua gloria.
Versículo – 15 Mas ter a mulher cabelo crescido lhe é honroso, porque o cabelo lhe foi dado em lugar de véu.
Versículo – 14 Ou não vos ensina a mesma natureza que é desonra para o homem ter cabelo crescido?
Versículo – 15 Mas ter a mulher cabelo crescido lhe é honroso, porque o cabelo lhe foi dado em lugar de véu.
Versículo – 16 Mas, se alguém quiser ser contencioso, nós não temos tal costume, nem as igrejas de Deus.
Da forma como os argumentos de Paulo estão dispostos no texto bíblico, no mínimo acreditamos que o Apóstolo não teria redigido uma carta para a Igreja tratando do uso de véu, e depois concluir que nada disso tem valor ou nada disso é preciso. Nunca se lê uma carta do fim para o começo. Mas, infelizmente, têm aqueles que lêem a Bíblia do final para o começo, e neste caso, lêem I Coríntios, capítulo 11 do verso 16 para o verso 01.

Paulo não iria instituir ensinamentos sobre costumes e sim sobre doutrinas.
I Coríntios 11:2-16.
1 Sede meus imitadores, como também eu de Cristo.
2 E louvo-vos, irmãos, porque em tudo vos lembrais de mim, e retendes os preceitos como vo-los entreguei.
3 Mas quero que saibais que Cristo é a cabeça de todo o homem, e o homem a cabeça da mulher; e Deus a cabeça de Cristo.
Isso porque, é evidente que o Apóstolo não iria ordenar tão enfaticamente por meio dos versos 5 e 6, que as mulheres cristãs devem usar o véu, e depois concluir no verso 15 que o cabelo já é véu. Dessa forma, além de contrariar a sua própria argumentação em relação ao uso de véu, colocaria em crise o verso 04 (“todo homem que ora ou profetiza, tendo a cabeça coberta, desonra sua própria cabeça”), pois se cabelo é véu, os homens também estão de véu.
Na tradução original do grego não é utilizada a palavra véu e sim mantilha. E tudo o que é dado em lugar de alguma coisa, não é a coisa em si.
Ora, se o apóstolo escreve: ‘cobrir a cabeça’, e se cabelos são o próprio véu, não precisaria cobrir, já estaria coberto; mas como cabelo é cabelo e, véu é véu, não há de se contrariar: ‘… que ponha o véu..’ (verso 6).
Acreditamos dessa forma, que não existe contrariedade bíblica e que Paulo, sendo inspirado pelo Espírito Santo, jamais seria contraditório em seus ensinamentos. Por isso, preserva-se a doutrina do uso do véu pela mulher cristã.
Versículo – 13 Julgai entre vós mesmos: é decente que a mulher ore a Deus descoberta?
Segue vídeo explicativo
Share this article :

2 comentários:

Frassini disse...

Amado , respeito seu credo, e seus "COSTUMES", mas não use disto para afrontar os demais!
Lembre-se que a bíblia diz para primeiro olhar para o nosso "EU" e depois julgar os outros! (Mateus 7).
Depois, se o senhor não crê no avivamento , não julgue os que o praticam, e se fora heresia , lembre o que Cristo mesmo falou "É até bom que haja entre vós heresias" ...
Cuidado com os ensinamentos de rebelião contra outrem!
A Paz do Senhor!

Cláudio SP disse...

Querido irmão, respeito sua crença, mas dizer que um homem de cabelo curto está com a cabeça coberta, é uma grande falta de conhecimento sua, que lhe contrária dentro do próprio texto de, 1Co 11.1-16; que mostra claramente que, é o cabelo longo que Deus considera como uma longa cobertura. Pois a palavra grega, katakalupto não deveria ser traduzida como véu, e sim como cobrir e descobrir; ou no sentido totalmente literal da palavra:(COBRIR PARA BAIXO). E foi exatamente nesse sentido que Paulo queria mostrar aos Corintios que, se o homem deixasse seu cabelo crescer ele estava cobrindo a sua cabeça;já a mulher, se tosquiasse ou repasse a cabeça, ela estava descoberta de seu longo cabelo. Porque, é exatamente isso que o cabelo longo é para o homem e para a mulher que o usa, uma longa cobertura cobrindo (de cima para baixo)=gregro:KATA+KALUPTO.
E as traduções da Bíblia no mundo espanhol são mais FIÉIS aos ORIGINAIS GREGOS; porque não acrescentam a PALAVRA,(VÉU), no texto de 1Co 11.1-16, como fazem a grande maioria das versões em português, induzindo alguns cristãos a crer que Paulo está dogmatizando a tradição judaico/oriental do uso do véu.
Eu acho estranho alguns cristãos defender o "véu de pano", pois na Antiga Aliança nunca houve qualquer mandamento sobre o uso de véu; e nem na Nova Aliança, pois, KATAKALUPTO, não significava véu como querem os advogados velar. Porém, no ANTIGO e no NOVO TESTAMENTO, EXISTE mandamentos para o cabelo de homens e mulheres.
Eu acho interessante que os SERAFINS ao cobrirem seus rostos, não cobriam com nada artificial, mas Deus lhes havia criado uma cobertura natural produzida por seus CORPOS CELESTES. Da mesma forma as mulheres não precisam de nenhuma cobertura feita pelas mãos dos homens, para cobrirem suas cabeças de alto a baixo, pois é exatamente isso que o cabelo crescido da mulher faz, cobre a cabeça dela de alto a baixo. Porque, KATAKALUPTO, não significa PANO; mas,PERIBOLAION,significa um pano longo. E, isso, pode ser visto claramente na(versão dos 70), tradução grega do AT, e era a Bíblia que o mundo de fala grega possuía no tempo dos Apóstolos.
Deus proibiu os sacerdotes de cobrirem a cabeça com longos cabelos,e esse mandamento está ligado por ANALOGIA,com 1Co 11.15.
Ezequiel 44.20:
E a cabeça não raparão, nem deixarão crescer o cabelo;antes,como convém,tosquiarão suas cabeças.

Pois os sacerdotes tinham acesso ao santo dos Santos e nenhum homem hoje,pode estar com a cabeça coberta por longos cabelos, pois todos nós temos acesso direto à Deus,na Nova Aliança, inclusive as mulheres; e por isso,elas têm que cobrir a cabeça com o cabelo crescido; pois cabelo longo significava no AT, submissão, como na Nova Aliança.
A Paz de Cristo!

Acompanhe no Facebook

Postagens Recentes

Autoridade Espiritual

Autoridade espiritual não é algo imputada a alguém, é alguma coisa que se reconhece em alguém, que tem por causa da sua coerência de existência na palavra. Por causa da sua intrepidez na fé, na sua sinceridade no serviço a Deus e ao próximo. Sem isso não adiante ser PHD ou qualquer outro coisa.

Fale com o autor do blog

Original Bíblico para Pesquisas

A Restauração não começou em 1962

CURIOSIDADES SOBRE O VÉU

SAIBA COMO FOI

Nosso Ranking do Brasil

e-clipping sobre Daniel Alves Pena

MENSAGENS

Translate

Receba novos artigos por Email

Inscreva-se em meu Canal no You Tube

A DOUTRINA BÍBLICA DO USO DO VÉU

Pentecostal?

Quantidade de visitas até o momento

Visitantes lendo o Blog agora

Pesquisar neste blog

Código Penal - Decreto-lei 2848/40

Decreto-lei no 2.848, de 7 de dezembro de 1940
Ultraje a culto e impedimento ou perturbação de ato a ele relativo
Art. 208 - Escarnecer de alguém publicamente, por motivo de crença ou função religiosa; impedir ou perturbar cerimônia ou prática de culto religioso; vilipendiar publicamente ato ou objeto de culto religioso: Pena - detenção, de um mês a um ano, ou multa.Parágrafo único - Se há emprego de violência, a pena é aumentada de um terço, sem prejuízo da correspondente à violência.

TOLERANDO A GENTE SE ENTENDE

Clique AQUI e saiba porque

ISSO NÃO SÃO LÍNGUAS ESTRANHAS

CONHEÇA A HISTÓRIA DA OBRA

Clique na imagem para ampliar

Ajuste de Conduta - Magno Malta

Anúncios AdSense

Pois muitos andam entre nós evangélicos

Intolerância Religiosa

LinkWithin

União de Blogueiros Evangélicos

 
Copyright © 2013. Daniel Alves Pena - All Rights Reserved
Template Adpted by Daniel Pweb Published by Daniel Pena
Ora, daqueles que pareciam ser alguma coisa, esses, nada me acrescentaram,antes, pelo contrário, (Gálatas 2.6)