A dieta do cristão - Daniel Alves Pena

Assista o novo vídeo de Daniel Alves Pena - [Fechar o vídeo]

Headlines News :
Home » » A dieta do cristão

A dieta do cristão

Postado por Daniel Pena em sexta-feira, 9 de outubro de 2009 | 19:34


Daniel Alves Pena


Tenho feito uma dieta a base de legumes para ajudar meu organismo a me dar menas dores, menos cansaço e aumentar minha energia para louvar e adorar.

Temos hoje em nosso meio (evangélico) alimentos gordurosos que entopem nossas artérias obstruindo a passagem do entendimento maior que é amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a nos mesmos.

Temos pregado muito sobre a abertura do mar por Deus, os milagres de Jesus a aparição de anjos e o fogo que desce do céu, e no afã de alimentar um povo perdido em seus princípios acabamos dando a eles a certeza que eles querem, continuar errando como o povo murmurador de Israel e ainda assim estar recebendo as benesses do poder de Deus.

Minha dieta é simples, me alimento do milagre de ainda estar vivo e persigo com toda minha força a santificação do espírito, pois sem a qual ninguém verá a Deus.

Tem faltado conhecimento de causa e com isso as igrejas se transformaram em divans onde pessoas procuram a solução de problemas em diversas áreas e erroneamente pregamos que Deus dará uma providência após uma oração feita pelo ungido, obreiro, irmã de oração etc.

A coisa é muito seria e tem sido tratada com muito descaso por alguns .

Não se fala mais sobre justificação, regeneração, santificação e a produção de frutos.

Cada dia os cristãos se parecem com o cego, o coxo ou os leprosos que se parecem com qualquer coisa menos com Jesus.

Querem sempre uma cura e nunca serem libertos e a culpa na maioria das vezes parte dos lideres que já estão perdendo a raiz da bíblia onde diz que o amor de muitos se esfriariam no final dos tempos, agarram-se aos milagres e esquecem -se da cruz, dos espinhos e de querer Deus acima de tudo.

Tenho me alimentado com muito cuidado para não deixar adoecer a minha fé.

Queremos ver a fé.

Hebreus 11:1

A fé é o firme fundamento das coisas que se esperam, e a prova das coisas que não se vêem.

Deus tenha misericórdia de nossas vidas

Por Daniel Alves Pena
Share this article :

0 comentários:

Acompanhe no Facebook

Postagens Recentes

Autoridade Espiritual

Autoridade espiritual não é algo imputada a alguém, é alguma coisa que se reconhece em alguém, que tem por causa da sua coerência de existência na palavra. Por causa da sua intrepidez na fé, na sua sinceridade no serviço a Deus e ao próximo. Sem isso não adiante ser PHD ou qualquer outro coisa.

Fale com o autor do blog

Original Bíblico para Pesquisas

A Restauração não começou em 1962

CURIOSIDADES SOBRE O VÉU

SAIBA COMO FOI

Nosso Ranking do Brasil

e-clipping sobre Daniel Alves Pena

MENSAGENS

Translate

Receba novos artigos por Email

Inscreva-se em meu Canal no You Tube

A DOUTRINA BÍBLICA DO USO DO VÉU

Pentecostal?

Quantidade de visitas até o momento

Visitantes lendo o Blog agora

Pesquisar neste blog

Código Penal - Decreto-lei 2848/40

Decreto-lei no 2.848, de 7 de dezembro de 1940
Ultraje a culto e impedimento ou perturbação de ato a ele relativo
Art. 208 - Escarnecer de alguém publicamente, por motivo de crença ou função religiosa; impedir ou perturbar cerimônia ou prática de culto religioso; vilipendiar publicamente ato ou objeto de culto religioso: Pena - detenção, de um mês a um ano, ou multa.Parágrafo único - Se há emprego de violência, a pena é aumentada de um terço, sem prejuízo da correspondente à violência.

TOLERANDO A GENTE SE ENTENDE

Clique AQUI e saiba porque

ISSO NÃO SÃO LÍNGUAS ESTRANHAS

CONHEÇA A HISTÓRIA DA OBRA

Clique na imagem para ampliar

Ajuste de Conduta - Magno Malta

Anúncios AdSense

Pois muitos andam entre nós evangélicos

Intolerância Religiosa

LinkWithin

União de Blogueiros Evangélicos

 
Copyright © 2013. Daniel Alves Pena - All Rights Reserved
Template Adpted by Daniel Pweb Published by Daniel Pena
Ora, daqueles que pareciam ser alguma coisa, esses, nada me acrescentaram,antes, pelo contrário, (Gálatas 2.6)