Depoimento do jovem Thiago Câmara sobre: Verdades sobre as Igrejas da Obra de Restauração - Daniel Alves Pena

Guia do Pregador - [Fechar o vídeo]

Headlines News :
Home » » Depoimento do jovem Thiago Câmara sobre: Verdades sobre as Igrejas da Obra de Restauração

Depoimento do jovem Thiago Câmara sobre: Verdades sobre as Igrejas da Obra de Restauração

Postado por Daniel Alves Pena em sexta-feira, 6 de abril de 2018 | 09:49

Thiago Câmara
Parabéns pelo seu vídeo e raciocínio em esmiuçar detalhes sobre o inicio da história do ministério de Restauração. A Palavra diz em 1° Coríntios 14:29 - E falem dois ou três profetas, e os outros julguem. Deuteronômio 18:22 - Quando o profeta falar em nome do Senhor, e essa palavra não se cumprir, nem suceder assim; esta é palavra que o Senhor não falou; com soberba a falou aquele profeta; não tenhas temor dele.

Para julgarmos bem precisamos de sabedoria do alto, ou seja, precisamos de maturidade.

No início deste processo quando se levantava uma profecia não observava a necessidade da análise e por isso, nesses anos todos vemos o que aconteceu, hoje em dia observamos várias coisas que precisa ser corrigido, mas dá trabalho pois se tratam de “Profecias” “visões” “revelações” que por falta de análise na Palavra deixa a Igreja uma presa fácil para falsos profetas e enganadores por conta de suas falsas profecias.

A profecia é um dos elementos pelas quais podemos julgar se devemos escutar ou nos prevenir de alguém que diz estar profetizando "em nome de Deus".

Não há nada no vídeo que venha denigrir a imagem das convenções, associações e Igrejas independentes inseridas no ministério, mas mostra uma grande necessidade de análise dos que estão lá em cima ( presidentes, lideres ...) no modo geral pois possuem de certa forma a autoridade sobre as ovelhas em fazer-se entender a real mensagem Restauradora da Igreja na terra. Mas para isso eles precisam sentir a necessidade por conta dos 56 anos desse processo.

Ainda jovem e estudioso sobre esse tema por anos, posso te dizer que há uma necessidade de um processo de Restauração dentro da dita não denominação, mas denominada Restauração em alguns lugares para que possa cair o orgulho, a separação, falta de entendimento bíblico e a falta de amor entre os domésticos na fé e os que não são.

As igrejas se expandiram, cresceram, mas com tudo se perderam também, houve grande preocupação do crescimento da mensagem, mas pouca preocupação de manter um povo ligado no mesmo intuito na mesma fé e prática e por isso vemos grupos de restauradores de vários tipos, de vários pensamentos e de várias ideias que diverge do princípio de tudo.

Arrependei-vos, pois, e convertei-vos, para que sejam apagados os vossos pecados, e venham assim os tempos do refrigério pela presença do Senhor, E envie ele a Jesus Cristo, que já dantes vos foi pregado.
O qual convém que o céu contenha até aos tempos da restauração de tudo, dos quais Deus falou pela boca de todos os seus santos profetas, desde o princípio. Atos 3:19-21.

Ainda há tempo de entender sobre o processo de Restauração.

Assista o vídeo citado pelo jovem

Share this article :

0 comentários:

ACEITAMOS DOAÇÕES

Acompanhe no Facebook

Postagens Recentes

Autoridade Espiritual

Autoridade espiritual não é algo imputada a alguém, é alguma coisa que se reconhece em alguém, que tem por causa da sua coerência de existência na palavra. Por causa da sua intrepidez na fé, na sua sinceridade no serviço a Deus e ao próximo. Sem isso não adiante ser PHD ou qualquer outro coisa.

Fale com o autor do blog

Original Bíblico para Pesquisas

A Restauração não começou em 1962

CURIOSIDADES SOBRE O VÉU

SAIBA COMO FOI

Nosso Ranking do Brasil

e-clipping sobre Daniel Alves Pena

MENSAGENS

Translate

Receba novos artigos por Email

Inscreva-se em meu Canal no You Tube

A DOUTRINA BÍBLICA DO USO DO VÉU

Pentecostal?

Quantidade de visitas até o momento

Visitantes lendo o Blog agora

Pesquisar neste blog

Código Penal - Decreto-lei 2848/40

Decreto-lei no 2.848, de 7 de dezembro de 1940
Ultraje a culto e impedimento ou perturbação de ato a ele relativo
Art. 208 - Escarnecer de alguém publicamente, por motivo de crença ou função religiosa; impedir ou perturbar cerimônia ou prática de culto religioso; vilipendiar publicamente ato ou objeto de culto religioso: Pena - detenção, de um mês a um ano, ou multa.Parágrafo único - Se há emprego de violência, a pena é aumentada de um terço, sem prejuízo da correspondente à violência.

TOLERANDO A GENTE SE ENTENDE

Clique AQUI e saiba porque

ISSO NÃO SÃO LÍNGUAS ESTRANHAS

CONHEÇA A HISTÓRIA DA OBRA

Clique na imagem para ampliar

Ajuste de Conduta - Magno Malta

Anúncios AdSense

Pois muitos andam entre nós evangélicos

Intolerância Religiosa

LinkWithin

União de Blogueiros Evangélicos

 
Copyright © 2013. Daniel Alves Pena - All Rights Reserved
Template Adpted by Daniel Pweb Published by Daniel Pena
Ora, daqueles que pareciam ser alguma coisa, esses, nada me acrescentaram,antes, pelo contrário, (Gálatas 2.6)