Deputados evangélicos aprovam lei que permite expulsar gays das igrejas - Daniel Alves Pena

Assista o novo vídeo de Daniel Alves Pena - [Fechar o vídeo]

Headlines News :
Home » » Deputados evangélicos aprovam lei que permite expulsar gays das igrejas

Deputados evangélicos aprovam lei que permite expulsar gays das igrejas

Postado por Daniel Pena em quinta-feira, 17 de outubro de 2013 | 12:54

"A matéria do site paroutudo.com além de incitar o ódio é uma grande falácia."



Não existe e não existirá lei que proíba qualquer pessoa de freguentar um culto evangélico ou qualquer outro que seja desde que respeitem os princípios estabelecidos pelas instituições. (Igreja, barracão, templo e etc.)

Toda entidade seja ela qual for possui normas, regimentos internos e estatutos, basta respeitar que pode assistir aos cultos.

Ninguém da redação do site paroutudo.com assinou a matéria, logo não querem se comprometer ou dar um atestado de burrice, afinal qualquer um que entende um pouquinho de lei sabe que o direito de ir e vir é assegurado a qualquer cidadão brasileiro, seja ele gay ou não.

Para ficar bem entendido o que pretendo informar vamos aos exemplos:

Exemplo 1 - Se um pastor ou qualquer membro de uma igreja seja protestante, pentecostal, tradicional ou qualquer outra, já que existem tantas, entrar em um templo de Candomblé e começar a ler a bíblia e querer discutir com o  sacerdote ou com quem dirige a liturgia religiosa estará desrespeitando os princípios do templo e os da lei laica de nosso pais, logo ninguém tem o direito de fazer isso.
Podemos ter opiniões diferente, mas precisa haver respeito.

Exemplo 2 – Se um sacerdote, pai de santo, mãe de santo ou um mero iniciante nas praticas de umbanda, candomblé ou qualquer outra religião for a uma igreja evangélica e tentar realizar ali uma liturgia praticada em seus locais de culto ou tentar dissuadir ao qualquer presente no local, este esta agindo em desacordo com a lei e com os preceitos internos da igreja.

Exemplo 3 – Se um pastor ou membro de uma igreja for a uma boate gay para ali para tentat difundir sua religião, sendo o local de encontros gay e destinado para isso, tem que chamar a policia e mandar prende-lo para aprender a respeitar o espaço alheio.

Exemplo 4 – Um gay vai ao culto e se porta dentro das normas do local, será muito bem vindo.

Exemplo 5 – Um gay vai com seu namorado ou namorada a um culto e para expressar seu ponto de vista ideológico, filosófico começa a beijar seu parceiro, se desrespeitou as normas será solicitado a se retirar.

Para ficar mais claro.

Se churrascarias, clubes sociais, empresas, hospitais, fóruns, cartório possuem regras e precisam ser respeitadas, seria diferente nas igrejas e outros locais de culto?

Fica ai meu alerta aos desavisados.

Por / Daniel Alves Pena

Segue link da matéria caso desejem ver AQUI.
Share this article :

0 comentários:

Acompanhe no Facebook

Postagens Recentes

Autoridade Espiritual

Autoridade espiritual não é algo imputada a alguém, é alguma coisa que se reconhece em alguém, que tem por causa da sua coerência de existência na palavra. Por causa da sua intrepidez na fé, na sua sinceridade no serviço a Deus e ao próximo. Sem isso não adiante ser PHD ou qualquer outro coisa.

Fale com o autor do blog

Original Bíblico para Pesquisas

A Restauração não começou em 1962

CURIOSIDADES SOBRE O VÉU

SAIBA COMO FOI

Nosso Ranking do Brasil

e-clipping sobre Daniel Alves Pena

MENSAGENS

Translate

Receba novos artigos por Email

Inscreva-se em meu Canal no You Tube

A DOUTRINA BÍBLICA DO USO DO VÉU

Pentecostal?

Quantidade de visitas até o momento

Visitantes lendo o Blog agora

Pesquisar neste blog

Código Penal - Decreto-lei 2848/40

Decreto-lei no 2.848, de 7 de dezembro de 1940
Ultraje a culto e impedimento ou perturbação de ato a ele relativo
Art. 208 - Escarnecer de alguém publicamente, por motivo de crença ou função religiosa; impedir ou perturbar cerimônia ou prática de culto religioso; vilipendiar publicamente ato ou objeto de culto religioso: Pena - detenção, de um mês a um ano, ou multa.Parágrafo único - Se há emprego de violência, a pena é aumentada de um terço, sem prejuízo da correspondente à violência.

TOLERANDO A GENTE SE ENTENDE

Clique AQUI e saiba porque

ISSO NÃO SÃO LÍNGUAS ESTRANHAS

CONHEÇA A HISTÓRIA DA OBRA

Clique na imagem para ampliar

Ajuste de Conduta - Magno Malta

Anúncios AdSense

Pois muitos andam entre nós evangélicos

Intolerância Religiosa

LinkWithin

União de Blogueiros Evangélicos

 
Copyright © 2013. Daniel Alves Pena - All Rights Reserved
Template Adpted by Daniel Pweb Published by Daniel Pena
Ora, daqueles que pareciam ser alguma coisa, esses, nada me acrescentaram,antes, pelo contrário, (Gálatas 2.6)