Conteúdo histórico sobre os 12 passos - Daniel Alves Pena

Assista o novo vídeo de Daniel Alves Pena - [Fechar o vídeo]

Headlines News :
Home » » Conteúdo histórico sobre os 12 passos

Conteúdo histórico sobre os 12 passos

Postado por Daniel Pena em segunda-feira, 2 de janeiro de 2012 | 19:00

O programa de Doze Passos (twelve-step program) é um programa criado nos Estados Unidos em 1935 por William Griffith e Doutor "Bob" Smith, inicialmente para o tratamento de alcoolismo e mais tarde estendido para praticamente todos os tipos de dependência química. É a estratégia central da grande maioria dos grupos de autoajuda para o tratamento de dependências químicas ou compulsões, sendo mais conhecidos no Brasil os Alcoólicos Anônimos (e grupos relacionados como Al-Anon/Alateen, voltados às famílias de alcoólatras) e Narcóticos Anônimos. Críticos ao método defendem que trata-se de uma doutrinação religiosa e que o método não tem eficácia superior à esperada sem ele. Há um excelente artigo de Gregory Bateson "A cibernética do self" ("Cybernetics of 'Self': A Theory of Alcoholism"), no qual analisa a importância do Programa dos Doze Passos para a recuperação de compulsões.

O primeiro desses programas foi o Alcoólicos Anônimos ou simplesmente AA, iniciado em 1935 por William Griffith Wilson e pelo Doutor Bob Smith, conhecidos pelos membros do AA como "Bill W" e "Dr. Bob", em Akron, Ohio, Estados Unidos. Eles criaram a tradição de utilizar apenas o primeiro nome para se identificar nos grupos "anônimos" de Doze Passos. Os 12 passos foram originalmente escritos por Wilson e outros membros no início do AA como modo de codificar o processo que acharam funcionar para eles pessoalmente. Esses 12 passos foram essencialmente uma nova versão dos 6 passos do "Grupo de Oxford", um grupo criado pelo missionário cristão Frank Buchman que defendia a crença na orientação divina, sem direta relação com tratamento de vícios (o nome Oxford refere à origem geográfica dos membros, não à Universidade de Oxford), com quem Wilson tinha contato. Wilson então escreveu o livro "Alcoólicos Anônimos", frequentemente chamado de "Big Book" (grande livro).

Reconhecendo um surpreendente nível de recuperação entre os alcoólatras submetidos ao programa, o grupo de Akron autorizou Wilson a escrever um livro sobre o programa. Mas Wilson retornou a Nova Iorque e escreveu um programa totalmente diferente, baseado no que aprendeu com o Reverendo Samuel M. Shoemaker Jr, reitor da Igreja Episcopal do Calvário em Nova Iorque e um líder do Grupo Oxford nos Estados Unidos. Às ideias de Shoemaker, que são encontradas quase que literalmente nos Doze Passos, Bill acrescentou em seu "Big Book" (o novo texto básico) idéias sobre alcoolismo do Dr. William D. Silkwork, idéias sobre a necessidade de conversão do Dr. Carl G. Jung, idéias sobre um assim chamado "poder superior" primariamente do Professor William James e escritores do Novo Pensamento, pensamentos do "Spiritual Journal" de Anne Smith (esposa de Dr. Bob)…
 
Uma vez reconhecendo um nível surpreendente de recuperação no trabalho com alcoólatras do programa, o grupo Akron autorizou Wilson a escrever um livro sobre o programa. Mas Wilson retornou pra Nova Iorque e escreveu um programa inteiramente diferente baseado, principalmente, no que ele aprendeu com o Reverendo Samuel M. Shoemaker, Jr., reitor da Igreja Episcopal da Cavalaria em Nova York e um líder do Grupo Oxford na América. Para as ideias de Shoemaker, que foram encontradas quase literalmente no Doze Passos, Bill adicionou no seu Grande Livro (o novo texto básico) ideias do Dr. William D. Silkworth sobre alcoolismo, ideias do Dr. Carl G. Jung sobre a necessidade de uma conversão, ideias primariamente do Professor William James e escritores do New Thought sobre um assim chamado "poder superior", pensamentos de Anne Smith (esposa do Dr. Bob) do Spiritual Journal, técnicas práticas de Richard Peabody estabelecidas no livro "Senso Comum de Beber" dele, e um conhecimento limitado de palavras e frases com a origem do "Novo Pensamento" e "Nova Era" como "Mente Universal", "Czar do Universo", "quarta dimensão de existência", e "poder superior". Em seguida, Wilson declarou que havia um programa de recuperação que consistia dos Doze Passos. Os pioneiros tinham que encontrar Deus. Bill Shoemaker pediu para escreverem os passos, mas declinou. Os passos podem ser reconhecidos no grupo da Oxford "teachings Wilson" recebido de Rowland Hazard e Ebby Thacher, no final 1934 e início de 1935, mas nem o Grupo Oxford nem A.A. em Nova York ou Akron tinha qualquer "passos" em tudo.
 
A.A. foi, em sua origem, mais assegurada a uma "religião" e a uma "organização religiosa". O conceito de "espiritual, não religioso," parece ter derivado do desejo de manter a religião separada da A.A. embora os preceitos e práticas da A.A. foram bíblicas em raízes e natureza. Assim cedo reuniões da A.A. em Nova Iorque foram as de "O Companheirismo de Cristo no Primeiro Século", em seguida, também conhecido como o "Grupo Oxford". A ideia de "espiritualidade" foi inicialmente definida por Wilson como a dependência do Criador. 
Alguns dizem que, desde a publicação do livro "Alcoólicos Anônimos", "Novo Pensamento" e "Nova Era", substituir palavras têm impulsionado A.A. a falar e escrever para a incredulidade e substitucionalidade, universalismo laico e não para um relacionamento com Deus - o grande livro objetivo confesso dos Passos. Então novamente, o circuito de falantes da A.A. pode ser ouvido muitas vezes dizendo coisas como "se 'Deus' mandou você pra de AA, o alcoolismo pode voltar o seu rabo enferrujado novamente".

O Doze Passos foi eventualmente comparado com o Doze Tradições, um conjunto de orientações para a execução de vários grupos e uma espécie de constituição para a bolsa (ou seja, A.A.), como um todo.
 
Muitos outros programas têm adaptado os passos originais dos A.A. para os seus próprios fins. Programas relacionados existem para ajudar familiares e amigos de pessoas com dependências, bem como aqueles com problemas diferentes do álcool. Estes programas também seguem versões modificadas dos Doze Passos dos Alcoólatras Anônimos e incluem grupos como Al-Anon/Alateen, Overeaters Anonymous (OA), Jogadores Anônimos (JA), Narcóticos Anônimos (NA), e Nar-Anon.
 
Uma organização que é muitas vezes confundida com um programa de Doze-Passos de algum "Anônimo", devido à semelhança intencional de seu nome — mas não é — é o Narconon. Narconon é um ramo da Igreja da Cientologia, apresentando Cientologia doutrina e práticas como uma terapia para os toxicodependentes. Narconon não utiliza os Doze Passos, e não está relacionada nem aos Narcóticos Anônimos (NA) nem a Nar-Anon, apesar da semelhança dos nomes.
Share this article :

0 comentários:

Acompanhe no Facebook

Postagens Recentes

Autoridade Espiritual

Autoridade espiritual não é algo imputada a alguém, é alguma coisa que se reconhece em alguém, que tem por causa da sua coerência de existência na palavra. Por causa da sua intrepidez na fé, na sua sinceridade no serviço a Deus e ao próximo. Sem isso não adiante ser PHD ou qualquer outro coisa.

Fale com o autor do blog

Original Bíblico para Pesquisas

A Restauração não começou em 1962

CURIOSIDADES SOBRE O VÉU

SAIBA COMO FOI

Nosso Ranking do Brasil

e-clipping sobre Daniel Alves Pena

MENSAGENS

Translate

Receba novos artigos por Email

Inscreva-se em meu Canal no You Tube

A DOUTRINA BÍBLICA DO USO DO VÉU

Pentecostal?

Quantidade de visitas até o momento

Visitantes lendo o Blog agora

Pesquisar neste blog

Código Penal - Decreto-lei 2848/40

Decreto-lei no 2.848, de 7 de dezembro de 1940
Ultraje a culto e impedimento ou perturbação de ato a ele relativo
Art. 208 - Escarnecer de alguém publicamente, por motivo de crença ou função religiosa; impedir ou perturbar cerimônia ou prática de culto religioso; vilipendiar publicamente ato ou objeto de culto religioso: Pena - detenção, de um mês a um ano, ou multa.Parágrafo único - Se há emprego de violência, a pena é aumentada de um terço, sem prejuízo da correspondente à violência.

TOLERANDO A GENTE SE ENTENDE

Clique AQUI e saiba porque

ISSO NÃO SÃO LÍNGUAS ESTRANHAS

CONHEÇA A HISTÓRIA DA OBRA

Clique na imagem para ampliar

Ajuste de Conduta - Magno Malta

Anúncios AdSense

Pois muitos andam entre nós evangélicos

Intolerância Religiosa

LinkWithin

União de Blogueiros Evangélicos

 
Copyright © 2013. Daniel Alves Pena - All Rights Reserved
Template Adpted by Daniel Pweb Published by Daniel Pena
Ora, daqueles que pareciam ser alguma coisa, esses, nada me acrescentaram,antes, pelo contrário, (Gálatas 2.6)